Oficina de Maquete

No dia 4 de abril, realizamos na Plenária da Comuna da Terra Dom Tomás Balduíno uma atividade que chamamos de Oficina de Maquete. A ideia desta atividade foi tentar apreender de maneira mais prática que tipo de brinquedo as crianças e jovens gostariam que existisse no parquinho. Antes desta oficina, o terreno para a construção do parque já havia sido escolhido a partir de diversas conversas e reuniões com os moradores presentes, por isso os participantes da oficina já tinham em mente qual espaço estávamos tratando.

SAM_1344

SAM_1368

O que é a Oficina de Maquete

Ao pensar no processo de realização da oficina, procuramos trabalhar com recursos os quais as crianças pudessem se apropriar, criar coletivamente e interagir. Desta maneira, não levamos projetos desenhados pelo grupo, pois nossa intenção não é propor ideias que partam somente de um lado dos agentes participantes ou um processo de criação em que se suponha a participação das crianças a partir de instrumentos não dominados por eles, que na realidade os distanciam e não revelam suas intenções para o projeto. Acreditamos que o projeto participativo permite uma construção coletiva de conhecimento, de modo que a experiência conjunta permite uma troca de diferentes saberes.

A oficina de maquete faz parte de um processo de projetação coletiva que nos propusemos a desenvolver ao longo do trabalho com as crianças e jovens. Assim, a percepção de uma intenção das crianças não parte somente de uma atividade, mas é um processo pensado desde o início do projeto, em que a cada etapa procuramos nos aproximar deles, conhecer suas brincadeiras, entender seus espaços e como os percebem, e posteriormente, de maneira mais direta, perguntar a eles o que gostariam que existisse no parque que construiríamos juntos.

Metodologia

Dividimos a Oficina de Maquete em cinco partes, de modo que em cada uma delas as crianças lidavam com diferentes maneiras de propor suas ideias. Inicialmente apresentamos a eles referências impressas em pequenos papeizinhos, eram imagens de brinquedos feitos em eucalipto e/ou pneu, esclarecemos a eles que estes dois materiais seriam nossas principais matérias-primas para a construção do parquinho. Levamos mais ou menos 25 imagens, alguns brinquedos eram bem parecidos entre si, propusemos que escolhessem os que mais gostassem. A partir da semelhança entre alguns brinquedos escolhidos, pudemos levantar características que mais lhes chamavam a atenção. Após esta primeira etapa, propusemos que desenhassem, também em pequenos papeizinhos, brinquedos que não apareceram nas referências. Entre os principais escolhidos e desenhados, estão: a balança, a escalada formando um grande equipamento com casinha e escorregador, a trave para jogar futebol e a mesa, escolhida pelos jovens como um espaço de estar

SAM_1342

SAM_1344

SAM_1345

SAM_1342

SAM_1346

SAM_1344

SAM_1347

Escolhidas as referências, apresentamos a eles a maquete do relevo do terreno, feita de isopor, dissemos que a ideia era alocar no terreno as imagens dos brinquedos que escolheram e desenharam, como uma representação simbólica dos lugares onde gostariam que estes fossem implantados. Além das imagens, preparamos com eles árvores feitas de varetas de pipa e papel crepom verde para que afixassem no espaço, aproximando a maquete da real situação do terreno, no qual há muitas árvores.

Na etapa seguinte, distribuímos varetas de pipa e massinha, de maneira que as varetas representaram as toras de eucalipto, e a massinha, a articulação para interligação entre as varetas, como os encaixes a serem feitos na escala real. A cor das massinhas despertou muito a atenção das crianças, algumas delas interagiram somente com a massinha. Infelizmente, ao longo desta etapa, percebemos que a escolha da massinha para a articulação entre as varetas não funcionou como o planejado, pois as estruturas não se equilibravam fixas entre si. Ainda sim, as crianças experimentaram muitas formas e criaram alguns brinquedos. Surgiram totens, um cavalinho, uma trave, uma pista se skate, rede de vôlei, uma caixa de areia, um escorregador, bonecos e flores.

SAM_1374

SAM_1373

SAM_1372

SAM_1371

SAM_1370

SAM_1377

SAM_1359

SAM_1352

SAM_1351

Após a definição das referências escolhidas, desenhadas e modeladas, iniciamos a etapa de alocação dos brinquedos, em que os participantes distribuíam cada item pelo espaço da maquete, fazendo uma setorização prévia. De modo geral, o espaço de estar ficou perto da entrada do parquinho, beirando a rua, enquanto o campo de futebol ficou para um dos lados do terreno e o espaço dos brinquedos, do outro.

SAM_1364

SAM_1365

SAM_1366

SAM_1367

SAM_1363

SAM_1362

SAM_1380

SAM_1381

SAM_1382

SAM_1375

SAM_1378

O que podíamos ter feito

Ao iniciarmos as outras etapas do projeto, percebemos que podíamos ter envolvido muito mais os pais ao longo das atividades de projetação coletiva, inclusive na Oficina de Maquete. Acreditamos que o parquinho não será um espaço somente para as crianças e os adolescentes, mas também um espaço de lazer dos adultos, onde poderão se encontrar e até brincar. Além disso, percebemos que a escolha da massinha não serviu bem ao fim que gostaríamos, o que em parte prejudicou os resultados que gostaríamos de colher da oficina. Ao procurar identificar os equívocos ou as coisas que podíamos ter feito, buscamos amadurecer nosso trabalho não só para este projeto, mas como um conhecimento para todas as nossas experiências de vida. Ressaltamos que o processo coletivo de construção do conhecimento é essencial para que possamos ver os pontos em que o grupo necessita evoluir, sem este trabalho conjunto pensamos não haver possibilidade de crescer desenvolvimento deste processo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s